A SOPA DE PEDRA


Olá, meus irmãos: Que a paz de Jesus e o amor de Maria estejam com cada um de vocês. Essa historinha nos mostra que Deus, muitas vezes, usa caminhos surpreendentes para despertar muita coisa boa que, às vezes, está adormecida dentro de nós. Com muito carinho, sua irmã em Cristo, que os ama muito: Marlene


A SOPA DE PEDRA.


Um monge que partiu em peregrinação, cansado e faminto após ter andado por muitos dias, chegou a uma aldeia pequena e muito pobre, onde decidiu descansar à beira da estrada.

Ele então, acendeu uma fogueira e colocou sobre ela um pote. Depois, foi até o poço e de la retirou água. Quando começou a ferver, colocou uma pedra dentro do pote, sentou-se e ficou tranquilamente observando o fogo.


Os habitantes da aldeia aproximaram-se, intrigados com a atitude do visitante. Estaria ele fazendo sopa apenas com água e uma pedra?


Depois de olhá-lo por algum tempo, as pessoas resolveram puxar conversa. O monge então falou sobre suas andanças, sobre os lugares que conhecera, as lições que aprendera. Em pouco tempo, uma pequena multidão havia se formado ao seu redor.


Finalmente, um garoto resolveu fazer ao monge a pergunta que todos queriam:


- Por que o senhor está cozinhando uma pedra? - Porque essa é minha refeição. Estou fazendo uma sopa de pedra - respondeu o monge. - Mas só com água e uma pedra? Vai ficar sem gosto... - Espere aí, eu ainda tenho um pouco de repolho que sobrou de ontem. Vou buscar para colocar na sopa - disse uma velha senhora. - E eu tenho algumas cenouras. Vai deixar a sopa mais colorida - disse uma mulher. - Acho que tenho uma ou duas batatas... Vou buscar já - falou um homem.

- Um pouco de sal com certeza não vai fazer mal - acrescentou outro aldeão.


E assim, um a um, todos os habitantes da aldeia lembraram-se de algo que poderiam oferecer para adicionar à sopa, que ficou muito saborosa e nutritiva. O monge, então, convidou-os para compartilhar sua refeição. Todos comeram, riram e contaram histórias, pensando que há muito tempo não tinham uma refeição como essa.


Ao cair da noite, as pessoas voltaram para suas casas e o monge continuou sua jornada. Mas aquelas pessoas jamais o esqueceram. De tempos em tempos, reuniam-se em torno de uma fogueira para fazer uma boa sopa de pedra e relembrar as histórias do monge.


O mesmo acontece conosco quando resolvemos compartilhar o que temos de melhor com as pessoas que nos rodeiam. Não tenhamos medo de abrir o coração e dividir o que temos de mais precioso: o amor que o Senhor não se cansa de plantar e cuidar em nossas vidas...

36 visualizações

CNPJ: 40.228.629/0001-08

LOCALIZAÇÃO

SEDE GERAL/SETOR RIO

Rua Bela, 795, São Cristóvão
Rio de Janeiro, RJ - CEP 20.930-381

SETOR NITERÓI

Rua Adélia Cintra, 52, Pita

São Gonçalo, RJ - CEP 24.412-550

  • Cinza ícone do YouTube
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
spotify-podcast-badge-wht-grn-330x80.png

© 2018 por ACVM.