A Chuva

Atualizado: 12 de Jul de 2019

Olá, meus irmãos! Que a paz de Jesus e o amor de Maria estejam com cada um de vocês! Essa historinha nos lembra que a nossa fé no Senhor deve manifestar-se também no concreto das pequenas ocasiões do nosso cotidiano. Com muito carinho, sua irmã em Cristo, que os ama muito.

- Marlene Mannarino.

A Chuva:

Era uma vez uma cidade onde já não chovia havia muito tempo. As plantas pouco a pouco iam perdendo as suas cores e a sua beleza; os animais morriam de sede e, por isso, muitas famílias acabavam decidindo sair dali em busca até da sobrevivência e quem sabe, de um futuro melhor em outro lugar. O desespero dos que não podiam mudar-se aumentava cada vez mais pois não viam nenhuma perspectiva de solução para o seu drama.

Chega ocasião, porém, ouviram falar de um padre que celebrava missas muito abençoadas e que já tinha inclusive celebrado em algumas cidades onde não chovia e a chuva tinha caído logo após.

Uma comissão de moradores da cidade, incluindo até o prefeito e o padre, foram convidá-lo para que visitasse aquele local e celebrasse lá uma missa pedindo chuva. O padre prontamente aceitou o convite mas pediu duas coisas que julgava importantes: que no momento da celebração houvesse muita gente e que todos tivessem muita fé.

A data foi combinada e a comissão voltou para dar a boa notícia a todo o povo. Naquele momento, cada coração voltou a encher-se de esperanças. Muitos pareciam até já estar vendo novamente o verde das árvores, a água voltando a correr pelo leito do rio, os animais alimentados e com boa aparência; enfim, um sorriso no rosto de cada morador daquele lugar.

Finalmente chegou o tão esperado dia da missa, o dia em que voltaria a chover e todo aquele pesadelo teria fim. Na hora marcada toda a cidade acorreu à praça principal pois ficara decidido que a missa seria celebrada do lado de fora da igreja para que mais gente pudesse participar dela.

E, finalmente, na hora prevista, o padre chegou. Ele percorreu a praça, olhou e cumprimentou os presentes e dirigiu-se ao altar. Porém, suas primeiras palavras logo decepcionaram todo o povo: "Infelizmente, não poderei celebrar a missa pois algo não está como tínhamos combinado." Logo as autoridades tentaram solucionar o problema, indagando do padre o que havia de errado. E o sacerdote, dirigindo-se não apenas a elas, mas também à toda a multidão, começou a dizer:

- Não posso celebrar porque nós tínhamos combinado que haveria muita gente e muita fé.

E logo alguém lhe disse: "Veja, a praça está superlotada e todos aqui têm muita fé!"

E o padre respondeu: "Muita fé? Vocês realmente acreditam que comece a chover assim que a missa acabar?"

E todo o povo respondeu a uma só voz: "Sim!"

E o padre logo perguntou? "Então, por que será que ninguém trouxe guarda-chuva?"

E todos retiraram-se para as suas casas, cabisbaixos e decepcionados consigo mesmos.

É muito fácil alguém dizer que acredita no bem e até sonhar com um mundo só de alegria, mas a verdadeira fé pede atitudes concretas.Nossos atos, nossas palavras, nosso comportamento, enfim, nosso jeito de ser devem ser algo que nos comprometa verdadeiramente com aquilo em que acreditamos.


14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CNPJ: 40.228.629/0001-08

LOCALIZAÇÃO

SEDE GERAL/SETOR RIO

Rua Bela, 795, São Cristóvão
Rio de Janeiro, RJ - CEP 20.930-381

SETOR NITERÓI

Rua Adélia Cintra, 52, Pita

São Gonçalo, RJ - CEP 24.412-550

  • Cinza ícone do YouTube
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
spotify-podcast-badge-wht-grn-330x80.png

© 2018 por ACVM.